O começo

O começo bem do começo foi o dia em que minha mãe trouxe um gatinho para casa. Eu tinha 10 anos. A bolinha de pelo cabia nas duas mãos da minha mãe. Era rajado cinza e branco, com luvinhas brancas nas quatro patinhas e um charme contagiante. Ganhou o nome de Kent.

Ele foi meu primeiro gato e, desde então, nunca mais fiquei sem a companhia de bolas de pelo bigodudas. Depois dele vieram Branquinha, Pretinha, Buba, Xuxa, Teobaldo, Tuca, Tamgo, Manchinha, Gia, Gabi, Aiko, Tusti, Kira, Mari e Luna.

E foi a Kira - com seu jeitinho romântico-sapeca - que me fez imaginar histórias e peripécias das mais malucas. Foi ela também, num domingo de manhã bem cedo, que me disse para colocar no papel as histórias, para que outras pessoas pudessem se divertir com elas (e, cá entre nós, pudessem conhecer a Kira, já que ela é muito esperta – e modesta!).

Espero que vocês gostem do livro e divirtam-se!

A Kira tem certeza de que todos vão gostar! Hehehe!






Lucia Fontes

Adoro gatos e escrever! A união disso está aqui nesta iniciativa de escrever sobre a minha turminha de gatos, tendo como protagonista a Kira! É ela que está comigo na foto.